Relacionamentos Externos

O que se entende por relacionamentos externos no âmbito da inovação? O que se pretende?

  • Relacionamentos externos no âmbito da inovação, vulgarmente designados por networking, deverão ser compreendidos como todos os esforços promovidos pelas Organizações na identificação e dinamização de parcerias estratégicas com outras Organizações ou entidades do seu meio envolvente. Pretendem atingir quer uma maior capacidade de influência em redes de conhecimento considerado relevante para a estratégia e objecti os objectivos de inovação, quer ainda o desenvolvimento de sinergias e criação de valor para os vários parceiros, como por exemplo no desenvolvimento de um novo produto ou na implementação de processos inovadores.


Que benefícios estão associados ao desenvolvimento de Relacionamentos Externos?

  • Desenvolvimento de sinergias de elevado valor acrescentado para a Organização;
  • Maior enfoque da Organização no desenvolvimento das actividades em que efectivamente possui know-how especializado;
  • Partilha de risco associado à inovação.

Macro Acções e Exemplos de Aplicação

  • Facilitar o acesso a conhecimento

    • Participar em projectos de cooperação com Universidades, laboratórios associados, laboratórios de Estado Centros Tecnológicos ou outras Organizações do sistema de Ciência e Tecnologia;
    • Dinamizar o relacionamento com Fornecedores, de modo a despoletar novos e melhorados processos de interacção.
  • Explorar oportunidades de crescimento através da promoção de cooperações

    • Entrar em novos mercdos através de aquisições ou join ventures, dependendo do alinhamento estratégico traçado;
    • Promover a interacção com Clientes em projectos de IDI, nomeadamente a partir de técnicos “residentes”, e através de metodologias de lead users;
    • Integrar a Organização em Associações Empresariais, redes de parceiros, Fóruns e Comissões para a inovação.

Powered by