Agrupamentos Lógicos

Os agregados de países permitem avaliar o posicionamento de Portugal em comparação com outros países:

  • Países da União Europeia de dimensão semelhante;
  • Países da Europa do Sul;
  • Países da Europa Central e Oriental (PECO);
  • Países BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China)
  • Países líderes em inovação na Europa;

  • UE

     

    Avaliando o desempenho de Portugal face a alguns outros países da União Europeia, nomeadamente países de dimensão semelhante, verifica-se que:

    • Portugal continua com um desempenho abaixo da média da União Europeia, permanecendo abaixo dos países com dimensão semelhante à sua, continuando a ser a dimensão Resultados aquela que mais se destaca negativamente;
    • A dimensão em que Portugal apresenta um valor de índice mais alto é a dimensão Condições, tal como acontece com os demais países analisados, o que, no contexto nacional, pressupõe alguma falta de eficácia e eficiência;
    • À exceção da Irlanda, todos os países apresentam a dimensão Resultados com um valor mais baixo.
  • Europa do Sul

     

     

     

    Avaliando o desempenho de Portugal face aos restantes países da Europa do Sul, verifica-se que:

    • Portugal mantem o primeiro lugar no desempenho global, assumindo a posição de liderança em todas as dimensões, à exceção da dimensão Resultados, na qual se apresenta inferior face a Itália e Espanha;
    • Os países observados apresentam um comportamento semelhante nas dimensões analisadas, com exceção da Itália que, não tendo nem as melhores Condições, nem os melhores Recursos, apresenta claramente os melhores Resultados (indicador de eficácia e eficiência);
    • De uma forma geral, é possível concluir que os países da Europa do Sul evidenciam melhor desempenho em termos de Condições e Recursos em detrimento de Processos e Resultados.
  • PECO

     

     
     

    Avaliando o desempenho de Portugal face aos países PECO, nomeadamente face a países que são também membros da União Europeia, verifica-se que:

    • Portugal apresenta um desempenho global acima da média dos países PECO, no entanto, quando analisadas as várias dimensões, Portugal está claramente abaixo da média na dimensão Resultados;
    • Os países PECO revelam uma tendência ligeiramente negativa face ao ano anterior, verificada em todas as dimensões, exceto a dimensão Condições. Assim verifica-se que sua média desceu ligeiramente em termos de ranking;
    • De um modo geral, à exceção de Portugal, os países analisados apresentam um comportamento semelhante ao longo das dimensões analisadas.
  • BRIC

     

    Avaliando o desempenho de Portugal face aos países BRIC, verifica-se que:

    • De um modo geral, as médias dos países analisados para as várias dimensões revelam um comportamento estático, tendo a dimensão Processos recuado ligeiramente face ao ano anterior;
    • Portugal mantém a sua posição relativamente aos países BRIC, apresentando um melhor desempenho global, com excepção da China;
    • Portugal destaca-se em todas as dimensões em análise, com exceção da dimensão Resultados, na qual apresenta um valor de índice claramente inferior e uma posição de ranking abaixo de todos os países integrantes do grupo BRIC, com exceção do Brasil.
  • Países Líderes

     

    Avaliando o desempenho de Portugal face aos países líderes em Inovação, segundo os rankings apurados, verifica-se que:

    • O gap verificado entre os desempenhos de países líderes em Inovação e Portugal se mantém, o que se torna por demais evidente quando se compara a posição nacional com o Top 5 do ranking global;
    • Em termos globais, verifica-se que a média do valor do índice de posicionamento global dos países líderes aumentou ligeiramente, tendo-se verificado em simultâneo uma maior convergência entre estes;
    • Todos os países apresentam uma evolução positiva no global das dimensões em análise, com destaque para os aumentos significativos dos E.U.A. e Irlanda, de tal ponto que substituíram a Suécia a Holanda no Top 5 do ranking global.

Powered by